Cantora Ludmilla pode ser investigada por racismo religioso após show nos EUA

O deputado estadual Átila Nunes (PSD-RJ) entrou com uma representação no Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro contra a cantora Ludmilla. Ele pede que seja instaurado procedimento administrativo para apurar crime de racismo religioso, envolvendo crenças de matriz africana, como candomblé e umbanda. O parlamentar ainda entrou com representação na Delegacia de Crimes

Notícias que podem te interessar

O reconhecimento à equipe área de paramédicos que realiza resgates diariamente, cruzando os céus da cidade, atendendo as chamadas emergenciais. O serviço de helicóptero-ambulância tem destaque na “National EMS Week” Da Redação – Eles estão de prontidão para atender as situações emergenciais. O serviço de helicóptero-ambulância socorre a população local e transporta pessoas por toda

Leia Mais

Um jovem, de 18 anos, foragido da justiça mineira por participação em um homicídio ocorrido no dia 5 de novembro de 2022, na cidade de Sobrália, foi capturado e preso nos Estados Unidos. A prisão aconteceu após uma operação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais, de Engenheiro Caldas, com agentes da United States Immigration

Leia Mais